Conclusões

Sempre fui uma menina que adorava tirar conclusões, separava tudo, analizava os fatos e concluia o que minha mente de criança achava certo!

Os aos passaram e isso não mudou muito, na verdade, não mudou nada.

Ultimamente, passei por uma fase de amadurecimento e  aprendizado muito grande, aprendí com meus próprios erros, percebí certas coisas que por não serem favoráveis a mim antes tentava esconder e identifiquei alguns dos muitos pondo que tenho para melhorar em mim.

Depois  de separar e analizar os fatos acima descritos, fiz algumas conclusões…Então, vamos a elas:

– Dar valor para as pessoas que realmente merecem, ao inves, de fazer isso com quem a gente gostaria que merecesse, mas não faz jus ao nosso desejo.

– Que amor, é aquele que faz bem e que apenas deseja o bem e que sim, se pode amar sozinho. Começando por amar-nos.

– Que devo URGENTEMENTE largar o desanimo e a preguiça que vem acompanha desde o começo deste ano e fazer acontecer!

– Que independente do quanto capaz as pessoas me julguem hoje, amanhã só depende de mim mostrar que eu sou mais que isso.

– Que o número de leitores do meu blog está cada dia maior. E que apesar disso os comentários ainda são poucos e que as visitas diminuem nos finais de semana.

-Pra finalizar, concluí uma coisa que sempre soube, mas que quem sabe nunca dei muito valor e já está passando da hora de fazê-lo.“Eu tenho os MELHORES pais do mundo, apesar de todos os poucos desentendimentos generacionais que temos” Amo vocês ! Apesar de vocês provavelmente nunca lerem isto precisava acabar assim.

Beijosda;*

Nota: Um pouco atrasada mas só pra deixar registrado que passamos das 1.000 visitas em 1 mês!

Nota2: espero que o post não tenha ficado muuuito grande!

Anúncios

Uma resposta para “Conclusões

  1. Nunca é tarde pra aprender, pra redescobrir…
    A vida é um amadurecimento contpinuo cabe a nós estarmos abertas pras mudanças!

    P.S.: Adorei isso

    “- Dar valor para as pessoas que realmente merecem, ao inves, de fazer isso com quem a gente gostaria que merecesse, mas não faz jus ao nosso desejo.

    – Que amor, é aquele que faz bem e que apenas deseja o bem e que sim, se pode amar sozinho. Começando por amar-nos.”

    Perfect!!!

    Parabéns…
    Ah e o post não tá grande não!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s