Sinto culpa pela minha alegria

sofa

Ela abriu a porta, eu estava sentada na ponta do sofá olhando em sua direção.
Eu esperava esse momento há dias.
O cd chegara de novo ao fim.
Eu que antes estava embalada por melodias doces e amargas, leves e pesadas, formando um paradoxo perfeito no piano, agora tinha que sentir o peso e a macies do silêncio esmagador.
Ela então jogou as chaves em cima da mesa, tirou os sapatos, sentou-se no sofá em frente a mim e baixou a cabeça.
– Sim, eu estava com ela.
– Eu já sabia.
A confirmação da pior traição possível, ela passara três dias com a pessoa que realmente amava.
Mas eu aceitara as condições e sabia que isso mais cedo ou mais tarde aconteceria.
A surpresa veio a seguir.
Uma lágrima percorreu seu rosto, tímida, solitária. E ouví o balbuceio de algumas palavras.
-Acabou! Dessa vez acabou!
Observava sua face triste e não entendi o real significado daquela frase.
Tudo o que consegui dizer meio cansada foi:
– Hum, acho que já ouvi isso antes.
Então ela completou, chorosa:
– Era cancêr, o que ela tinha. Eu não sumí pra te trair. Sumí pra me despedir dela!
E eu não sabia se sorria ou se chorava, mas tinha dentro de mim uma alegria meio culpada.

nota da autora: Já faz um tempinho que escrevi esse texto… mas gostei e decidi postar! Beijoooes até mais!

Anúncios

Uma resposta para “Sinto culpa pela minha alegria

  1. Muito envolvente seu texto!
    Possue clímax e efeito surpresa, muito intenso.. como se entrássemos na sintonia da amada em sua espera angustiante!
    Tá de parabéns, minha linda
    beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s