A Velha Nova – Sessão Cultural (Q)



Eu sou dá época que a Rua Augusta era mal vista, e tinha uma infinidades de butecos “sujos”, num mix de punks, skinheads, prostitutas, mendigos e uns adolescentes doentes (como eu). Há uns 2 anos diminui minha frequencia semanal à “Rua que nunca dorme”, frenquencia que passou a ser praticamente semestral.


O fato é que a rua “discriminada” por muito tempo, hoje é o maior point de São Paulo, além dos clássicos, Ibotirama (que nunca tem mesa ¬¬), Vitrine (que não é mais o mesmo), Vegas, Outs, Inferno e Augusta 472 (confesso meu favorito, popularmente conhecido como bar do tio, ou bar da pinga), hoje lí uma matéria que me deixou com vontade de dar uma volta, sexta-feira à noite por lá (o que não vai acontecer tão cedo, já que eu trabalho no sábado)


A matéria (do site oba-oba “clica aí pra ver) fala de uma coisa, que obviamente eu já tinha percebido, a Augusta tá cheia de bares e lugares novos (que eu nunca pensei existirem). 


Então de decidi fazer um apanhado desses lugares novos e uma indicação de teatro.


Front Lounge é um lugar como posso definir..bem simpático, mesinhas do lado de fora pra bebericar e esperar as festas que começam após as 23:00 (começa mesmo só 1:00 mais ou menos, a última Donatella que eu fui, foi lá)


o Bar do Netão (que eu nunca fui, mas…) está sempre bombando, acredito que vale a pena ir nem que seja por curiosidade.


Como dito na matéria do Oba ObaContainer tem como tema o fim do mundo. A entrada limitada pede nome na lista ou contato prévio. O ambiente reproduz um container sobrevivente do apocalipse e a parte interna conta com duas pistas de dança, palco para performances e um bar especializado em mixologia e coquetelaria molecular. A decoração conta com lâmpadas de LED e paredes cobertas por vegetação.” (quero muuuuuito conhecer! Mas pelo que andei pesquisando os preços são levemente salgados) Parece que o LAB Club é nesse mesmo esquema (menos pela parte do tema “fim do mundo”)


E pra finalizar, minha indicação de Teatro:


É a Peça “39 degraus”


Que conta com um elenco excelente,  Dan Stulbach, que interpreta Richard Hannay, Danton Mello, que vive o Homem 1, Fabiana Gugli, desempenhando três papéis , Henrique Stroeter  e Paulo Ivo.



Em Os 39 Degraus, Richard, um belo sedutor incorrigível, conhece a linda agente secreta, com sotaque alemão, Annabela Schimit (Fabiana Gugli). Encantado, ele a leva para o seu apartamento, onde ela é misteriosamente assassinada.
Esse acontecimento detona toda a trama de suspense policial. Richard, único suspeito, foge com a intenção de investigar as informações passadas por Annabela, salvar seu país e provar a sua inocência.

INFORMAÇÕES

Horário: Sex.: 21h30; Sáb.: 21h e Dom.: 19h.
Temporada:  De 7 de Janeiro até 13 de Março de 2010



  • Local: Teatro Shopping Frei Caneca
  • Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – Shopping Frei Caneca, 6ºandar – Consolação – São Paulo – SP
  • Preço:
    Sex.: R$70 (35 meia), Sáb.: R$90 (45 meia-entrada) e Dom.: R$80 (40 meia).



Eu ainda não fui assistir mas irei em breve! Dizem que a peça é óooooootima! Então…Bora assistir?


Besos da Pê;**

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s