Anestesiada, parece que o peso de um ano de pequenas mágoas decidiu vir a tona.

Eu nem enxergo as palavras que escrevo.

E eu tinha que ter explodido assim da primeira vez, ou dá segunda, ou até da ultima por vingança.

Pareceu totalmente desnecessário, mas só eu sei quão dura e paciente foi a espera.

2 horas da madrugada de uma terça – feira normal.

E pode ficar tranquila, nada vai impedir o retorno depois do carnaval.

Não sei definir o que eu sinto, não sei explicar como cada palavra que sai da sua boca me fere.

Anestesiada, sem reação, sem entender o que eu mesma fiz. O que passou pela minha cabeça ou o que estou fazendo aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s