Hoje não estou afim de papo.

Quero deitar, fechar os olhos, ficar comigo e só.

Hoje, não quero ver ninguém, não quero a luz nos olhos. Por isso, mesmo sem sol, quero os óculos escuros.

Não quero ninguém se metendo no que eu devo fazer, se eu não perguntar.

Hoje quero poder me arrepender nem que seja por um segundo.

Quero viver pelo menos hoje, sem ser julgada por mim mesma.

Me entregarei ao sujo, ao profano, ao humano.

Hoje não ficarei enojada por sentir raiva, rancor, tristeza.

Hoje não me julgarei fraca pelos meus medos, nem pelas minhas dúvidas.

Hoje, sairei fazendo o que eu quiser sem perguntar nada a ninguém…

…nem a mim mesma.

————————

“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.” Clarice Lispector

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s