Mulher nº 5

Sophie é diferente.

Nela vivem vazios e complementos.

Nela vivem as outras quatro mulheres.

Sophie escreve pra se livrar de seus demonios.

E ela não acredita nem em céu, nem em inferno.

O bem e o mal estão juntos nela, e ela sabe lidar muito bem com eles.

Sophie interpreta vários personagens, mas o que poucos entendem é que Flávia, Alice, Érica e Penélope não são personagens.

Elas são apenas partes de um todo. Parte de Sophie e de seus textos, parte de seus dias e parte do que ela realmente deseja mostrar pro mundo.

Temos dentro de nós TUDO.

O bem, o mal, a força, a fraqueza, a paciência e a ansiedade.

Somos paradoxos perfeitos, fugazes.

Hoje ela acordou mais Sophie, por isso decidiu falar-me das outras, me apresentou uma por uma.

Amanhã talvez esteja impudica como Flávia, ou leve como Alice, talvez Intensa como Érica.

Apenas Penélope não aparecerá mais. Minhas preces deram certo, os pés dela ficaram sem chão e a está altura ela deve ter sido engolida pela terra.

Sophie se despediu de mim, mas esqueceu um caderno de anotações em minha mesa.

Talvez ele me traga inspiração para novos textos.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s