– Crônicas do velho Esteban

Minhas escolhas me levam sempre pro mesmo fim.

A cama vazia no final do dia.

Minha ânsia por vivências não permite estar acompanhada.

Os que se arriscam, logo se cansam.

E eu estou novamente perto da meia noite buscando alguém que realmente queira conversar.

Hoje, me resigno a escrever sobre os rostos que vejo em um bar qualquer.

Cada olhar que encontro tem uma vida inteira pra contar.

Em cada sorriso, cada gesto se esconde uma face bela, ou triste.

Poucas realmente alegres.

Cada um tem dentro de si, minha mesma tristeza.

Ou por estar só e desacompanhado. Ou por estar acompanhado e só de si mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s