– Porcentagens.

Nota da autora: Este texto tem como base um rápido comentário de um amigo, queria deixar registrado esse meu momento de não deixar nada passar em branco. Continuando…

Acho engraçado essa mania das pessoas de colocar tudo num gráfico.

Tudo com medidas certas e porcentagens.

E se eu decidir viver sem medidas? Ao máximo de tudo?

Ao máximo da solidão.

Ao máximo da calma.

Ao máximo da cama, do amor, de uma boa companhia e por fim de mim mesma.

Terei que continuar vendo olhos assustados e frases de espanto? Até quando?

As pessoas andam perdendo a criatividade.

Imaginam pouco, se contentam com o passível de fazer sentido.

E se eu não quiser fazer o mais mínimo sentido?

Não sou feita de porcentagens completas, meu 100% é feito de pedaços, de desejos.

Da forma mais simples e pura.

Sou livre, sou alma.

Na minha vida não sou 100% nada, pois só os idiotas tem certeza absoluta, como brincávamos outrora minha melhor amiga e eu.

Coitados daqueles que não conseguem livrar-se de suas idéias pré concebidas.

Se eu tiver que incomodar, lamento, incomodarei.

Decidi há algum tempo viver ao extremo de mim, e é o que farei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s