– Pra me livrar da contra.

A superficialidade anda sendo um ponto delicado na minha vida.

Não aguento ver gente vivendo no aparente.

E tudo partindo dessas pessoas me irrita.

O mundo é mais que seu próprio umbigo, que suas vontades, seus mimos, seus problemas fúteis.

Existem outras pessoas, outras vidas, outras urgências, muito mais urgentes do que algo a ser adquirido.

Me entristece ver pessoas vendo a própria vida passar. E continuar alí. Paradas. Esperando algo de extraordinário acontecer. Ou esperando alguém chegar, alguém sair, alguém voltar.

Não a nada mais patético do que postergar a própria vida.

Tira a bunda gorda do sofá, desliga a televisão e vá escrever um livro!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s