Texto achado, perdido em algum canto do HD.

Realmente não caibo no estreito

Por isso estou partindo pra outro canto.
Pra você: Ou vai, ou fica, não tenho tempo pra ficar brincando de equilibrista.
Quero tudo.
Quero por inteiro.
Ou tudo ou nada, sabe? Quero um lado só.
Pode ser a conclusão de algo que eu queria à uma cerveja num bar em plena terça-feira.
Sem amor e carinho, não quero.

Até um tapa tem que ser feito com o melhor e maior em ti.
Pois preciso que os teus atos me marquem.
Pois as palavras eu confundo com o tempo e me esqueço exatamente como surgiram.
Já as atitudes poderão entrar nos meu sonhos enquanto Durmo e ficar passando em minha mente como um filme.

Pra me entender é só se entregar.
Não precisa tentar decifrar, nem analisar.
Simplesmente se entregue a essa dança
Tudo pode ser dito quando os olhares se cruzam, quando as mãos se tocam,
Acredite que sou assim como me vê.

Mas sempre fique aberta para a possibilidade de estar errada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s