– A verdade sobre os relacionamentos.

“Em meio à uma conversa com uma amiga que passa sérios apuros com um namorado quase que psicótico, algumas experiências pessoais e conversas construtivas com amigos assolados pela carência feminina, percebo que esse não é um problema de um gênero e sim da maioria das pessoas. Surge assim, num dia qualquer da semana, no meio do transito caótico de São Paulo esse pequeno manual de boa convivência no relacionamento afetivo.” Sofia L.

O que mais vejo hoje em dia são pessoas pulando de namoro em namoro, de casamento em casamento, numa insaciável busca pela felicidade e amor verdadeiro. A questão é que esses relacionamentos duram exatamente o tempo que dura…

Bom, alguns diriam enquanto dura o sexo, outros a paixão, o amor ou destino. Mas, eu vos digo, um relacionamento em 99% dos casos dura enquanto dura a PACIÊNCIA.

Claro, que o sexo, a paixão e até um possível amor ou destino estão envolvidos nisso,sem eles, provavelmente a paciência não duraria nem o tempo de um suspiro. Porém o ponto que quero chegar é: VAMOS PARAR DE TESTAR A PACIÊNCIA DE NOSSOS QUERIDOS E QUERIDAS!

1º Ninguém é obrigado a pensar e a querer o mesmo que você. As pessoas simplesmente pensam e querem por si próprias. Não tente converter o(a) seu(sua) parceiro(a) em você ou no que você idealiza. E se essa pessoa não se encaixa na sua forma de vida, parta pra outra, não vai dar certo!

2º Ninguém é obrigado a viver em estado de paixonite aguda e a estar junto (seja presencialmente ou via tecnologia) 24 horas por dia, 7 dias por semana. São duas pessoas. DUAS vidas, que as vezes percorrem os mesmos caminhos, e por mais que esse “as vezes” seja frequente e que vocês se falem todos os dias. Ele ou ela, não está te traindo ou desinteressado porque deixou de te ligar um ou outro dia. Então, sem crises e sem encheção de saco, ok? Pra falar a verdade, a maior parte das pessoas que traem que eu conheço, atendem seus respectivos casos na maior cara de pau, inventam justificativas absurdas pra coisas como barulho e falam coisas bonitinhas com voz melosa. Fikdik;**

3º Briguinhas, cenas de ciúmes e afins definitivamente NÃO apimentam uma relação.

Quer sair da rotina? Viaje, vá trepar em um lugar novo, jante fora, enfim, seja criativo, não vai ser com briguinhas que você vai conseguir isso. Não sei QUEM foi a pessoa infeliz que fez os casais acharem que brigar e continuar junto é prova de amor. Isso se chama cegueira momentânea e muita paciência. Acredite, depois de um tempo, as briguinhas por motivos insignificantes vão tornando a paciência menor, menor e quando realmente se precisa dela, *pluft*, ela desapareceu (pois sim, por mais perfeito que seu par seja, algo em algum momento vai te desagradar).

4º Não fique vivendo o futuro e não deposite expectativas demais no outro. Tem algo pior do que estar curtindo aquele momento pós-ecstasy-sexual e vir aquela frase inoportuna: ” Você é o amor da minha vida.” Seguida de: “Quando a gente se casar…”?

PÁRA BRASIL! Amor da vida é o que a gente tem por nós mesmos. E quando…você se casar, se continuar pensando assim provavelmente não vai ter sexo, então aproveite o momento ;D

Bom esse tópico me lembra ao próximo e acho que último.

5º SEM forçar a barra e sem se submeter.

Num relacionamento (qualquer que seja), as mudanças e situações devem fluir. Não dá pra forçar a barra pra transar, ou dá vontade ou não dá, você não pede “Ai sua linda, transa comigo”, a MESMA coisa acontece com aquela mudancinha de status chata que assombra a maior parte dos relacionamentos Você não PEDE pra namorar, um dia quando você vê estão se vendo sempre, você só fica com ele(ela), ele(ela) só fica com você, vocês começam a participar mais um da vida do outro, conhecem os amigos, a familia e zaz, aconteceu! Vocês estão namorando. A MESMÍSSIMA COISA ACONTECE COM CASAR. Você namora há muito tempo, mas um dia você percebe que fazem 15 dias que você não volta da casa do amado(a) pra sua casa. Ou seu amado(a), não sai mais da sua. E tudo está muito bem assim! Logo, vocês estão vivendo uma vida de casados. Aí o fato de assinar um papel e fazer uma festa é meramente ilustrativo.

Entendam, status, assim como gravidez, não segura ninguém! Não evita nada!

A pessoa tem que estar do seu lado e te respeitar e todo o resto porque quer, porque se sente bem e deseja. Não por uma aliança ou um status em rede social.

Casamento, namoro e afins não é um contrato onde incluso nos termos está “Aguente tudo em nome do amor”. Isso é jogo de submissão.

Uma coisa é ser flexível, ter jogo de cintura e é claro que no amor, como em qualquer outra área da vida isso é uma qualidade fundamental, outra bem diferente é aguentar a chatisse alheia sem motivo maior que continuar junto. Lembrem-se, antes só do que mal acompanhado e como já dizia Zeca Baleiro “Mesmo o mais sozinho nunca fica só, sempre haverá um idiota ao redor!”

A real é; as pessoas em sua grande maioria se relacionam pelo medo absurdo de ficar só, depois namoram pra garantir que não serão traídos, noivam pra garantir que não estão sendo enrolados e casam pra garantir que a pessoa viverá para sempre ao seu lado.

Só eu vejo que tá tudo errado?

Se você tem medo de estar só, antes de procurar companhia deveria buscar tratamento psicológico, se quer garantias de não ser traído(a) procure uma pessoa em quem confia, se acha que está sendo enrolado(a) termine, e se quer a pessoa pra sempre na sua vida não case! Hahahahah a última parte é brincadeira. Acredito sim que namoros, casamentos e afins possam dar certo, mas um coisa tenho certeza, as pessoas de um modo geral complicam muito as  coisas.

Não importa como seja, desde que seja leve.

E lembre-se um relacionamento acontece à dois, ninguém tem que meter o pitaco em como ou quando as coisas devem acontecer entre vocês.

Anúncios

Uma resposta para “– A verdade sobre os relacionamentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s