True Colors.

“So don’t be afraid to let them show. Your true colors. True colors are beautiful” Cindy Lauper

Ao som de Imogen como nos velhos tempos.

Mas, tudo é tão diferente agora.

Vivo em outra casa, com outras pessoas, mantenho alguns amigos e sou as loucuras que preciso.

Ontem quando olhei aqueles olhos pequenos e doces, diferentes de tudo o que eu estou acostumada, quis dizer como de costume, uma porção de coisas.

Mas as palavras não saíram.

É como se o silencio conseguisse traduzir tudo de melhor forma.

E eu tão acostumada a falar, estou tendo que aprender a sentir.

Sentir o que me dizem os olhos, a pele, os abraços, o encaixe das mãos..e do corpo.

Hoje percebi remexendo em velharias que a verdade está no que se faz, não no que se mostra.

Mostrar é fácil, falar é fácil, inventar mil versos de amor e entregar algumas rosas.

É fácil usar o repertório dos amantes. Ser julietas e romeus, Roses e Jacks.

Ser mais do mesmo.

Mas isso não me basta preciso ser algo novo todo dia, preciso de algo que me transborde enquanto eu me completo. E que eu possa também transbordar enquanto se encontra.

Sem passado e sem futuro.

A melhor sensação do mundo é olhar pro hoje e ver como se faz tudo valer a pena no presente. Deixando um gostinho de quero mais amanhã e um fio de lembrança para ter sonhos bons a noite.

Sem nada que nos prenda.

Sem nada que nos faça querer partir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s