Dois mais zero,mais um. Mais um.

Dois mais zero, mais um, mais um: “Quatro, este é o número da Terra, por isso, representa estabilidade, firmeza e solidez. Aquelas ambições que pensávamos ser quase impossíveis, nos parecerão mais palpáveis e conseguiremos ter sabedoria e tranquilidade para conquistá-las.”

Foi ali, naquele dia que ela decidiu terminar com tudo que não fazia sentido em seu ser.

Jogou tudo fora, casamento, emprego comodo, moradia fácil, costumes fétidos.

E honrando suas cicatrizes em forma de poesia, lutou.

Recuou um pouco, impulsionou e chegou mais longe do que esperava.

Nesse ano, deixa pra trás qualquer mazela que possa ter existido.

Foram nesses 365 dias que aprendeu o verdadeiro significado e importância de perdoar.

Perdoar as mágoas, perdoar os erros, perdoar a si mesma.

E nesses dias todos que percebeu como é importante diminuir as distancias geográficas e de estilo de vida com antigos amigos.

Reconheceu e aceitou os poucos e verdadeiros que sempre estiveram lá, de uma forma ou de outra, nem que fosse em pensamento.

E sonhou, sonhou como nunca e dessa vez não deixou ninguém dizer que não era possível. Conquistou. Tudo o que queria. Tudo o que precisava. Tudo o que merecia.

Se abriu às possibilidades. Permitiu-se ser tudo o que queria. Experimentou, degustou, deliciou.

Parou de pedir desculpas e começou a agir diferente.

Parou de sofrer e começou a sorrir.

Parou de reclamar das coisas ruins e começou a evitá-las.

Parou de titubear e começou a agir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s