– Recuperados

“…E o futuro se anuncia num out-door luminoso. Luminoso o futuro se anuncia num out-door..Parece fome o que eu sinto. Eu sinto como se eu seguisse os meus sapatos por aí…A alma é o segredo do negócio..” (Balada do Asfalto – Zeca Baleiro)

Nutre-me a mente.

A Alma.

1-

Não sei guardar nada em mim.

Tudo o que é importante deve se mostrar, se dizer, se fazer.

Não sou do tipo que lida bem com guardar sentimentos.

Então deixo tudo livre por aí.

Meus pensamentos, meus sentimentos, meus amigos e amores.

Tudo livre, tudo em todos os lugares que eu estiver.

————————————————–

2-

Situações diferentes provocam reações diferentes.
Pessoas diferentes provocam atitudes diferentes.
Ando tentando achar respostas pra perguntas que não faço. E assim tudo fica mais difícil.
Estou aprendendo a entregar.
Tudo fica mais fácil quando existe confiança.
————————————————–
3-
TE QUERO SER POR INTEIRA.

OU ENTÃO NÃO QUERO NADA.

NASCI PRA MARCAR VIDAS, NÃO PRA PASSAR POR ELAS.

————————————————–

4-

A triologia se repete.

Sexo, cama, pele.

Continuidade, apego e desejo.

Dúvida, força e necessidade.

Quero muito mais.

Apenas o de antes não me satisfaz.

—————————————————

5-

Eis aqui minha renúncia.

Renego tudo o que não servir mais.

Toda mágoa, toda dúvida, toda antipatia.

Me livro de tudo aquilo que me prenda.

E me instalo ao lado do que me faz bem.

Agora nada me assusta. Nem mesmo minhas palavras.

Muito menos aquela voz chata e insistente

————————————————-

6-

Ninguém é nada pra falar nada de ninguém

Nem tudo é o que parece ser.

E onde antes havia alguém na contramão.

Se descobre um mundo que mudou de mão.

Tudo o que parece ser, não é mais do que um reflexo do que alguém criou.

E tudo o que você disse saber, na verdade agora some e te deixa na solidão.

——————————————————–

7-

É como se eu soubesse que cada momento alí deitada na imensidão daquela nuvem brana, fosse apenas uma parte ínfima do destino naquela sala.

Acompanhada e tão só.

Só e tão acompanhada.

Delirante.

——————————————————-

8-

“Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia — para viver um grande amor.” Vinícius de Moraes

Se em seus olhos não tiver coragem.

Se em suas palavras não deixar espaço para complementos.

Se em seus atos não tiver vontade.

Se em seus lábios não tiver loucura.

Intensidade as vezes (quase sempre) assusta.

Mas pra quem, como eu, precisa ter tudo à flor da pele.

Meias verdades, meias palavras, e meios sentimentos não servem.

——————————

9-

Eu estava no meio de uma área descampada.

O vento vinha forte em minha direção, um forte furacão, um tufão.

Aquelas milhões de coisas voando ao meu redor e por vezes quase me atingindo criaram em mim um leve e amargo desespero.

Então você veio, me pegou pela mão e me levou para um lugar mais tranquilo, não menos perigoso, mas ali, pelo menos por um tempo eu poderia respirar aliviada.

Passou.

—————————————–

10-

Doce, leve, calmo.

Intenso.

Na medida certa. Livre, sem amarras.

Belo.

Prensente.

—————————————

 

Anúncios

Uma resposta para “– Recuperados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s