.: Breve

Hoje sou da noite, sou do acaso.

Hoje quero rir, sentir, esfriar a cabeça.

Fazer uma limpeza.

Hoje sou do acaso e de um som bom qualquer.

Quero olhar nos olhos das pessoas, quero entender o que me dizem, degustar minhas palavras.

Quero dançar, sem pensar em mais nada, sem pensar em ninguém além dos meus próprios pés.

Quero girar solitária pra que ninguém possa me parar.

Hoje sou da noite e de mais ninguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s