.: Ainda

Ainda me encontro naqueles dias em que tudo lembra.

Tudo chama, tudo pede, tudo dói.

Não me desespero, sei que com o silêncio esses dias passam.

Não queria viajar ainda  pra outro  lugar.

Mas, ficar só vai me fazer piorar.

Preciso me curar, me libertar e me perder pra depois me achar.

Não dá pra ficar interpretando as pessoas.

As pessoas são o que elas são e ponto. Ou virgula “SE” e  somente “SE” elas quiserem.

Não sou a razão do mundo, nem tenho obrigação de fazer nada por ninguém.

Deveria ser suficiente estar presente.

Quero ser mais que suficiente.

Que necessidade é essa de mudar a vida de pessoas que não querem ter a vida mudada?

Que necessidade é essa de marcar a vida de pessoas que não se permitem viver nada?

Ando sentindo orgulho de mim, mudar é a melhor parte da vida.

Não quero absolutamente ser coerente e sensata, prefiro ser feliz.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s