“Dance, se não estamos perdidos!”

O meu coração bateu forte, isso não significa acelerado.

Bateu no ritmo certo.

Meus pés sentiram o chão e o concreto virou terra, e a angústia, paixão.

Minhas mãos giraram pro ar, depois balançaram na água.

Minhas dúvidas viraram vivência e já não tinham a menor importância.

Meu ar entrava quente e saía fervendo.

Meus cabelos viraram lenços de um delicado tecido.

E o medo encontrou seu fim. E a dor encontrou sua morte. O tédio chegou ao limite.

A ilusão terminou.

Mas não importa o quanto você se importe, a maioria das pessoas não vai dar a mínima.

Essa é a hora de renascer.

Não se importe pelo que não reflete o básico.

Cabelos, respiração, mente, mãos, pés e o mais importante…

Um coração que tenha ritmo.

“Dance, se não estamos perdidos!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s