.: Desequilíbrio necessário

Ás vezes é necessário que um vento mais forte venha e te derrube, te tire do eixo, te faça perder o equilíbrio.

E quando isso acontecer não brigue com a natureza.

Faça como as crianças, se entregue pra queda levante e mesmo totalmente bambo siga o caminho, assim de leve como quem segue o curso de um rio. Como se nada tivesse acontecido.

Assim como quem sobe num ônibus e apenas vê a paissagem passar sem se preocupar muito com o que acontece dentro.

Eu vi o mundo cair em dois dias, vi tudo girar mais rápido do que eu  podia acompanhar, vi as coisas se complicarem mais do que parecia possível, vi reações inesperadas, me surpreendi com minhas próprias decisões.

E o mais deslumbrante, nada disso dependia de mim.

Não havia nada que eu pudesse fazer, além de observar. Mesmo depois da queda, mesmo bamba e desnorteada.

Eu só pude entender que somos Nada.

Estamos apenas passando como a água que tem seu significado e sua importância, mas não tem a pretensão de ser mais importante que o resto do universo.

Agora, caminho mais leve, apenas as roupas do corpo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s