.: Reflexões para o dia #1

E todos vão pra lugares diferentes.

Aviões partem a todo instante.

Onibus partem a todo instante.

Carros saem da garagem conhecida pra nunca mais voltar.

Alguns se aventuram até a pé. De bicicleta e com uma camera na mão.

A distância não dói. O que dói é a despedida.

É ver o abraço que não quer terminar. É ver os olhos brilhantes de água que não querem partir.

O que dói é deixar uma parte de você se afastar.

Porque querendo ou não estar junto de um amor, de um amigo é estar um pouco mais completo.

Completo no sentido de unidade universal, não individual.

Uns amigos estão casando, tendo filhos. Outros atravessando o oceano, outros fazendo filmes, criando árvores, domando ondas. Domando letras.

Mas o que importa mesmo, é o vivido. O encontro.

Por isso me resta hoje a tranquilidade de saber que fiz tudo o que podia e que tinha ao alcance.

E continuo assim, tranquilamente fazendo tudo e vivendo tudo, no hoje.

Quem sabe não pegue um avião e parta também?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s