.: Presente :.

Por: Desaparecendo

A gente tenta afinar o tempo, com um beijo que estica e encurta os segundos.

E ao final parece que o ajuste durou tanto quanto o solstício de inverno.

Um dia, um ano, uma era.

Corto um dobrado, conto os dobrões, dobro o espaço pra voltar pro universo que é a cama dela.

Vou grave, gravitando, até voltar pra perto de sua sétima, ursa, maior.

De uma lua gelada, duas vezes mais distante que o gigante de sessenta e seis amantes, vou zunindo – só as cinco notas fundamentais – direto para o astro fantástico e comum, que também começa com S.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s